Sindjorce -Sindicato dos Jornalistas no Ceará

Logomarca

Sindicato dos Jornalistas no Ceará

Menu de Ferramentas

Pesquisar conteúdo no site

Menu Principal

Arquivo

2014

2013

2012

2011

2010

2009

2008

2007

2006

2005

2004

20 de abril de 2012

Agressão à categoria. E das grandes


Comecei a trabalhar e militar no jornalismo em 2000, ainda como estagiário na produção do Programa Espaço Aberto, do jornalista Messias Pontes, veiculado à época na Rádio Assunção. Desde aquela época acompanho de perto a luta do Sindicato dos Jornalistas do Estado do Ceará - Messias é dirigente sindical dos mais combativos - pela regulamentação da profissão, pela liberdade de expressão e principalmente, pela valorização da profissão e por condições de trabalho digna de uma categoria que trabalha uma matéria-prima bastante complexa: a informação.



Eis que em pleno Século XXI, sou surpreendido com a informação que circula nas redes sociais de que a presidente do meu Sindicato foi afastada de seu trabalho diário, da redação, por ser dirigente sindical. Sem uma explicação plausível, pelo menos até agora.



Diz a CLT que o dirigente sindical tem imunidade, de acordo com o artigo 543, parágrafo 3º da CLT, e artigo 8º da Constituição Federal, não pode ser dispensado do emprego o empregado sindicalizado ou associado, a partir do momento do registro de sua candidatura a cargo de direção ou representação, de entidade sindical ou associação profissional, até um ano após o final do seu mandato, caso seja eleito, inclusive como suplente, salvo se cometer falta grave devidamente apurada nos termos da legislação. Resta saber se a falta grave que Samira de Castro, presidente do Sindicato dos Jornalistas, cometeu foi ter conseguido, em difícil negociação da campanha salarial, 9% de aumento para a categoria, debatendo à exaustão com representantes dos veículos de comunicação a necessidade de se ter profissionais valorizados para que a marca dos veículos também seja.



O afastamento da Samira da redação é um atentando à legislação (que garante a liberdade de organização sidical) e também, um atentado à categoria de jornalistas no Ceará e até mesmo no Brasil. Já pensou se a moda pega?! (e está pegando, heim!) O detalhe é que a Samira, por opção própria, não se afastou da redação e sua atuação enquanto presidente do Sindicato não comprometeu o seu trabalho, isso porque até prêmio ela ganhou e, com isso, ajudou a valorizar o veículo para o qual ela trabalha.



Há bem pouco tempo vivíamos a ditadura do silêncio. Quem fosse contra o status quo colocado naquele momento sofria consequência que até hoje traumatizaram gerações. Hoje parece que a coisa mudou, temos a palavra, mas quem tem o poder econômico faz questão de se achar no direito de impor sua vontade, mesmo que seja contra a lei. Alô jornalistas! Vamos deixar por isso mesmo? Felizmente temos a palavra e as redes sociais para dizer o que pensamos.



O que aconteceu com a Samira foi uma agressão a todos os jornalistas, independente de cor, raça, opção política, ou o que quer seja. Aquele que estiver imbuído do bom propósito de representar a categoria, corre o mesmo risco. Amanhã poderá ser qualquer outro colega que ocupe a diretoria ou a presidência do Sindjorce. Isso vai ficar assim? A decisão é da categoria.



Lúcio Filho


Jornalista, assessor de imprensa

Postado por autor: sindjorce em   Artigos.

imprimir imprimir    enviar por email enviar por email

Para enviar o texto preencha os campos abaixo e clique em enviar:

deixe seu comentário





Boletim Informativo

Receba nossas
novidades no seu email.


Nosso Endereço

Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado do Ceará

Rua Joaquim Sá, 545 - Dionísio Torres
Fortaleza/Ceará - CEP: 60.130-050
Fone/Fax: (85) 3272.2966/3247.1094/8644-4042

secretaria@sindjorce.org.br

As notícias deste site são veiculadas através de um canal rss!

RSS

Saiba o que é rss

RSS - O que é isso?

Desenvolvido por:

Oktiva - A melhor escolha para seu site!

O que é RSS?

A tecnologia do RSS permite aos usuários da internet se inscrever em sites que fornecem "feeds" (fontes) RSS. Estes são tipicamente sites que mudam ou atualizam o seu conteúdo regularmente. Para isso, são utilizados Feeds RSS que recebem estas atualizações, desta maneira o usuário pode permanecer informado de diversas atualizações em diversos sites sem precisar visitá-los um a um.

Os feeds RSS oferecem conteúdo Web ou resumos de conteúdo juntamente com os links para as versões completas deste conteúdo e outros metadados. Esta informação é entregue como um arquivo XML chamado "RSS feed", "webfeed", "Atom" ou ainda canal RSS.

Fechar