Sindjorce -Sindicato dos Jornalistas no Ceará

Logomarca

Sindicato dos Jornalistas no Ceará

Menu de Ferramentas

Pesquisar conteúdo no site

Menu Principal

Arquivo

2015

2014

2013

2012

2011

2010

2009

2008

2007

2006

2005

2004

25 de março de 2015

Diário do Nordeste ameaça jornalistas que protestaram contra o Reajuste Chupa Neném

A direção do Diário do Nordeste ameaçou jornalistas que participaram do ato "Reajuste Chupa Neném", realizado na porta da empresa pelo Sindjorce, no dia 5 de março, em protesto contra a proposta patronal que aumentou de R$ 4,26 para R$ 4,57 por dia o reajuste oferecido aos trabalhadores de mídia impressa na mesa de negociação da categoria. Numa ironia ao aumento de R$ 0,31, o Sindjorce distribuiu pirulitos na redação e chamou os trabalhadores para chupar picolé na porta do jornal.
+ ler mais

9 de março de 2015

REAJUSTE CHUPA-NENÉM: Jornalistas recusam esmola e aguardam proposta séria para fechar acordo

Em mobilização realizada no dia 5 de março, no Diário do Nordeste, os profissionais da maior redação do Ceará recusaram o reajuste “chupa-neném” oferecido pelos donos de jornais do Estado. A resposta dos jornalistas será apresentada aos patrões, logo mais às 14h30, durante reunião de negociação da Campanha Salarial 2014/2015, na Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (SRTE/CE). Na última quinta-feira, o Sindjorce e a CUT distribuíram pirulitos e picolés, em frente ao Sistema Verdes Mares, num protesto contra o “aumento” de 31 centavos no valor do reajuste oferecido anteriormente pelos patrões.
+ ler mais

5 de março de 2015

Donos de jornais e revistas ampliam proposta de reajuste em 31 centavos

VVocê não leu errado. É isto mesmo o que está no título! O preposto patronal voltou à mesa de negociações da Campanha Salarial de Mídia Impressa 2014/2015 esta semana com um reajuste que, na ponta do lápis, amplia em apenas R$ 0,31 por dia a proposta feita anteriormente, que era de R$ 4,26/dia. Ou seja, agora, com mais esse trocado, dá para comprar, além do pão com ovo, quem sabe, um pirulito.
+ ler mais

30 de janeiro de 2015

Jornais do CE propõem 1% de ganho real linear para piso e salários

As mobilizações do Dia Estadual de Luta Unificada dos Jornalistas de Mídia Impressa e Eletrônica surtiram efeito. Na segunda rodada de negociação da Campanha Salarial 2014/2015 dos Profissionais Empregados em Jornais e Revistas, realizada na tarde de quarta-feira (28), os patrões apresentaram a proposta de aumento salarial de 1% acima da inflação para o piso, salários acima do piso e cláusulas econômicas (seguro de vida/invalidez e reportagem especial). Na prática, a proposta representa um reajuste de 7,41%, o que eleva o valor do piso salarial (jornada de cinco horas diárias) de R$ 1.727,79 para R$ 1.855,82, uma diferença de R$ 128,02. Na ponta do lápis, um “aumento” de R$ 4,26 por dia.
+ ler mais

27 de janeiro de 2015

Jornalistas vestem a camisa da Campanha Salarial para marcar o Dia de Luta Unificada da categoria

Nesta quarta-feira (28), dia em que todas as centrais sindicais do Brasil saem às ruas para protestar contra as Medidas Provisórias 664 e 665, os jornalistas do Ceará somam-se às batalhas dos trabalhadores e realizam o Dia Estadual de Luta Unificada dos Profissionais de Mídia Impressa e Eletrônica. O objetivo é protestar contra a intransigência dos donos de jornais, rádios e TVs do Estado, que negaram todas as reivindicações da Campanha Salarial Unificada da categoria.
+ ler mais

25 de janeiro de 2015

Maioria dos casos de violência contra jornalistas ocorreu em manifestações, diz relatório

Em coletiva à imprensa na quinta-feira (22/01), na sede da Associação Brasileira de Imprensa (ABI), no Rio de Janeiro, a FENAJ lançou o "Relatório 2014 da Violência contra Jornalistas e Liberdade de Imprensa no Brasil". Segundo o levantamento, no ano passado foram registrados 129 casos de agressões a jornalistas, dentre elas três mortes.
+ ler mais

12 de dezembro de 2014

Jornalistas do RN protestam e aparecem na TV de luto contra baixos salários

Jornalistas, apresentadores e repórteres do Rio Grande do Norte trabalharam de roupas pretas nas redações e nos programas de TV na quarta-feira (10) em protesto contra o piso salarial para profissionais de imprensa do Estado, o mais baixo do Brasil. Ontem, eles anunciaram estado de paralisação, com protestos a qualquer momento e possibilidade de greve se não houver reajuste.
+ ler mais

3 de outubro de 2014

Primeiro ato da Campanha Salarial de Impresso é realizado em frente ao maior grupo de comunicação do Ceará

O debate entre os candidatos ao Governo do Ceará, realizado na noite da terça-feira (30), foi marcado por um ato do Sindicato dos Jornalistas (Sindjorce) na entrada da TV Verdes Mares, afiliada da Rede Globo no Estado. Na garagem da emissora, por onde entraram os candidatos e convidados, diretores do Sindjorce abriram a faixa “Só Jornalista faz o bom Jornalismo. O resto é cópia”, tema da Campanha Salarial 2014/2015 dos profissionais empregados em jornais e revistas, com data-base em 1º de setembro.
+ ler mais

Boletim Informativo

Receba nossas
novidades no seu email.


Nosso Endereço

Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado do Ceará

Rua Joaquim Sá, 545 - Dionísio Torres
Fortaleza/Ceará - CEP: 60.130-050
Fone/Fax: (85) 3272.2966/3247.1094/8644-4042

secretaria@sindjorce.org.br

As notícias deste site são veiculadas através de um canal rss!

RSS

Saiba o que é rss

RSS - O que é isso?

Desenvolvido por:

Oktiva - A melhor escolha para seu site!

O que é RSS?

A tecnologia do RSS permite aos usuários da internet se inscrever em sites que fornecem "feeds" (fontes) RSS. Estes são tipicamente sites que mudam ou atualizam o seu conteúdo regularmente. Para isso, são utilizados Feeds RSS que recebem estas atualizações, desta maneira o usuário pode permanecer informado de diversas atualizações em diversos sites sem precisar visitá-los um a um.

Os feeds RSS oferecem conteúdo Web ou resumos de conteúdo juntamente com os links para as versões completas deste conteúdo e outros metadados. Esta informação é entregue como um arquivo XML chamado "RSS feed", "webfeed", "Atom" ou ainda canal RSS.

Fechar