Sindjorce -Sindicato dos Jornalistas no Ceará

Logomarca

Sindicato dos Jornalistas no Ceará

Menu de Ferramentas

Pesquisar conteúdo no site

Menu Principal

Arquivo

2014

2013

2012

2011

2010

2009

2008

2007

2006

2005

2004

26 de novembro de 2009

Presidente do Senado se empenhará na agilização da tramitação da PEC do diploma

O presidente da Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj), Sérgio Murillo de Andrade, em visita ao presidente do Senado, recorreu na quarta-feira (25/11) ao também "José Sarney jornalista", pedindo seu apoio ao restabelecimento da obrigatoriedade do diploma para o exercício profissional, extinta recentemente por decisão do Supremo Tribunal Federal (STF). Está em tramitação na Casa, uma proposta de emenda à Constituição, de autoria do senador Antônio Carlos Valadares (PSB-SE) e que restabelece a obrigatoriedade do curso superior de jornalismo. O presidente José Sarney contou que, aos 17 anos, foi contratado pelos Diários Associados no Maranhão, como repórter de setor policial, e manifestou-se favorável à causa. Lembrou que, quando governador do estado, criou uma escola de jornalismo e prometeu seu empenho na agilização da tramitação do projeto no Senado.


A PEC vai à votação na próxima quarta-feira na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). Sarney ressalvou apenas que não é favorável "a exageros", referindo-se à preocupação do Supremo Tribunal Federal (STF) em preservar a liberdade de expressão, conforme a defesa da suprema Corte. Os jornalistas presentes - além de diretores da Fenaj, presidentes dos sindicatos de jornalistas do Ceará, município do Rio de Janeiro e de São Paulo - apressaram-se em esclarecer que a posição da categoria é flagrantemente a favor "da livre manifestação da opinião na imprensa". A figura do colaborador, do especialista que escreve sobre a área de seu conhecimento, é permitida pela regulamentação da profissão, explicaram.


"Respeitamos o Supremo, mas temos que achar um caminho. Do jeito que está é que não pode ficar, tem que haver uma regra, uma norma", insistiu o presidente da Fenaj, para quem tal caminho está no Congresso Nacional, especialmente no Senado. "A profissão vai enfrentar um período enorme de degradação, estamos todos perplexos", qualificou, referindo-se à situação remanescente, após a decisão do STF, que derrubou a exigência do diploma para o exercício da profissão. Murilo informou que a posição da Associação Brasileira de Imprensa (ABI) é a mesma, e que, aliás, a entidade foi a precursora na luta pela criação de cursos de jornalismo e regulamentação do exercício da profissão.


Fonte: Secretaria de Imprensa da Presidência do Senado


 

Postado por autor: sindjorce em   Sem categoria.  marcador Tags  Diplomasérgio murilodestaquecapaFENAJPEC do Diplomasarneypec.

imprimir imprimir    enviar por email enviar por email

Para enviar o texto preencha os campos abaixo e clique em enviar:

deixe seu comentário





Boletim Informativo

Receba nossas
novidades no seu email.


Nosso Endereço

Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado do Ceará

Rua Joaquim Sá, 545 - Dionísio Torres
Fortaleza/Ceará - CEP: 60.130-050
Fone/Fax: (85) 3272.2966/3247.1094/8644-4042

secretaria@sindjorce.org.br

As notícias deste site são veiculadas através de um canal rss!

RSS

Saiba o que é rss

RSS - O que é isso?

Desenvolvido por:

Oktiva - A melhor escolha para seu site!

O que é RSS?

A tecnologia do RSS permite aos usuários da internet se inscrever em sites que fornecem "feeds" (fontes) RSS. Estes são tipicamente sites que mudam ou atualizam o seu conteúdo regularmente. Para isso, são utilizados Feeds RSS que recebem estas atualizações, desta maneira o usuário pode permanecer informado de diversas atualizações em diversos sites sem precisar visitá-los um a um.

Os feeds RSS oferecem conteúdo Web ou resumos de conteúdo juntamente com os links para as versões completas deste conteúdo e outros metadados. Esta informação é entregue como um arquivo XML chamado "RSS feed", "webfeed", "Atom" ou ainda canal RSS.

Fechar